\\ INFORMAÇÃO \ notícias

Sindicatos buscam garantir direitos dos professores durante a pandemia

Foto: Jefferson Botega Agencia RBS
Foto: Jefferson Botega Agencia RBS
Publicada em 02/04/2020.

O momento difícil que vivemos no País, em meio à pandemia do Coronavírus, tem levado muitas instituições de ensino privado a adotar medidas prejudiciais aos trabalhadores da educação.

Há casos nos quais escolas e universidades estão se aproveitando do período de suspensão de aulas para propor itens como redução de salários, férias coletivas, o que implicará em perdas econômicas e sociais aos trabalhadores.

Por outro lado, há sindicatos que já conseguiram estabelecer, através de acordos com entidades patronais, regras que protegem o professor com a garantia dos empregos e normas específicas para o trabalho remoto. Por meio da Contee, entidade que congrega os sindicatos do ensino privado de todo o País, um levantamento sobre estes acordos está sendo realizado, de modo que as demais entidades sindicais também possam celebrar acordos semelhantes de garantia do emprego, da renda e das condições de trabalho dos professores.

Na próxima semana, a diretoria da Contee se reúne para analisar o levantamento e, dessa forma, repassar orientações aos sindicatos.

Além disso, o Ministério Público do Trabalho já chamou entidades nacionais representativas de trabalhadores, como forma de discutir acordos que protejam os trabalhadores diante do quadro excepcional vivido no País.