INFORME DO SINPRO

CENTRAIS ASSINAM MANIFESTO EM DEFESA DA DEMOCRACIA
- As Centrais Sindicais CUT, Força Sindical, CTB, UGT, NCST, CSB, Pública, Intersindical e Central da Classe Trabalhadora decidiram, em reunião na última semana, assinar o manifesto em defesa da democracia e do sistema eleitoral brasileiro que está sendo elaborado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e entidades como a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), e organizações da sociedade civil, como Comissão Arns, Conectas e Pacto pela Democracia.
O texto, que será intitulado “Em Defesa da Democracia e da Justiça”, vai se somar à “Carta aos Brasileiros e Brasileiras em Defesa do Estado Democrático de Direito”, divulgada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), e que já conta com mais de 300 mil assinaturas de pessoas físicas, entre juristas, integrantes da magistratura, economistas, artistas, professores e ex-ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Os dois documentos, uma resposta às ameaças golpistas de Bolsonaro, serão lidos no grande ato no dia 11 de agosto, na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

CRESCE O NÚMERO DE DEMISSÕES NO ENSINO PRIVADO
- Aumentou em 45% o número de pedidos de demissão dos professores (por vontade própria) no ensino privado no primeiro semestre de 2022. Um número considerado atípico, se comparado com anos e até décadas anteriores. Esta realidade surgiu na esteira da pandemia de covid-19, fenômeno que tem ocorrido também em outras profissões.
Assim que surge outra oportunidade profissional, os professores tendem a desistir do magistério. Entre os motivos, estão estresse, adoecimento e baixos salários. De um total de 2.388 demissões homologadas entre 1º de janeiro e 28 de junho, praticamente metade – 1.073 – foi a pedido. Os maiores índices estão na educação básica (61%) e na educação infantil exclusiva (22%).
Confira a matéria completa no Jornal Extra Classe: bit.ly/3cJAr5i

ATENDIMENTO PRESENCIAL NO SINPRO
- O Sinpro informe que na segunda e na terça-feira, 1º e 2 de agosto, o atendimento presencial será diferenciado: somente no turno da tarde.
A Secretaria-Executiva atenderá o público externo a partir das 13h30 até as 17h30. A partir da quarta-feira, 3, os atendimentos retornam também no turno da manhã.